Preparar uma viagem para o exterior exige muito cuidado e planejamento. Entre tarefas que não podem ser esquecidas está verificar a validade do passaporte e a necessidade de vistos para a entrada no país. De acordo com o Ministério de Relações Exteriores (MRE), a emissão de vistos de entrada em outros países é competência exclusiva de suas representações consulares e diplomáticas. Cada um utiliza critérios e exigência diferentes para a entrada e permanência. A indicação do Itamaraty é de que o viajante se certifique junto à embaixada ou consulado do país para onde for viajar quais são esses requisitos, dependendo do objetivo de sua viagem. Por exemplo, se for viajar com visto de turista, mas pretende estudar e trabalhar, pode ser preso ou deportado. O mesmo pode acontecer em países que não exigem o visto para turistas brasileiros. Além disso, o MRE destaca que ter o visto não garante entrada automática no país de destino. A decisão final é dada no ponto de entrada pela autoridade de imigração. O país de destino é soberano para decidir quem pode ou não entrar em seu território. Por isso, a dica é adotar sempre tom respeitoso e evitar cair em contradições nos contatos mantidos com autoridades estrangeiras. Tenha sempre em mãos informações sobre a estadia e retorno ao país de origem. Entre os 33 países mais visitados por turistas brasileiros, de acordo com pesquisa da Organização Mundial de Turismo (OMT) e do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), apenas seis exigem vistos. São eles Estados Unidos, China, Canadá, Angola, Japão e Austrália. Confira os sites das Embaixadas e Consulados no Brasil.   Estados Unidos – http://brazil.usembassy.gov China – http://br.china-embassy.gov Canadá – http://canadainternational.gc.ca/brazil Angola – http://consuladogeraldeangolasp.org Japão – http://www.br.emb-japan.go.jp Austrália – http://brazil.embassy.gov.au




Veja também

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Home office está surpreendendo os empresários

Reserva online