As férias chegaram e é hora de a família passear. E por que não levar os animais de estimação junto? Passear com os pets pode ser divertido para eles também. Entretanto, deve-se verificar algumas informações antes de pegar a estrada ou um voo. A jornalista Jackeline Mota do blog Viaje Sim! Afirma que está ficando cada vez mais fácil viajar com animais de estimação, pois os destinos já têm programas especiais para os bichos. No blog, ela conta das aventuras da sua família que inclui o marido, o médico Rômulo Elizardo, e os cães Maquiavel, dois anos, e Foucault, quatro anos. Escolhendo o destino O dono deve levar em consideração as necessidades e a adaptação do pet ao local. “Cães que sentem muito calor não devem viajar no verão para destinos muito quentes ou, se forem, é preciso garantir que terão acesso constante a um ambiente fresco”, destaca a blogueira. Saúde Antes de viajar, não se esqueça de checar a saúde do animal. “Faça uma visita ao veterinário e veja se vacinas, vermífugo e antipulgas estão em dia. Peça indicações de remédios de emergência para enjoos, picadas de inseto, etc.”, diz. Arrumando a bagagem Pets também precisam de mala! Ela começa pela caixa de transporte adequada, caso viaje de avião. Deve-se entrar em contato com a empresa aérea escolhida para verificar as especificações necessárias. Não se esqueça de deixar separadas água e comida para o animal. A recomendação é de não sedar o pet, pois dessa forma ele não poderá sinalizar um possível problema. Jackeline destaca que na mala do animal de estimação devem estar a comida que ele está acostumado, brinquedos, material de higiene, e, se possível, a caminha dele, para que não estranhe o local. “Jamais saia sem que seu animal esteja identificado com o nome dele e seu telefone. Se acontecer de ele fugir em um local estranho, você tem mais chances de achá-lo”, completa.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online