As ruas de Salvador estão cheias de histórias e curiosidades. Confira algumas sugestões para viajar pelos caminhos da capital baiana

Viajar é bom demais, né? Melhor ainda quando a gente vai para algum lugar bonito, cheio de histórias, atrações e programas variados. Os Hotéis Deville estão localizados em cidades com essas características, por isso resolvemos dar algumas dicas de viagens temáticas para esses destinos,  considerando características únicas de cada um deles.

Em Salvador, por exemplo, cada rua é uma página de história. A primeira capital do Brasil tem, em cada esquina, um pedaço da trajetória do país, por isso uma viagem que tenha como objetivo passear por ruas importantes pode ser uma ótima ideia para conhecer tanto o presente quanto o passado. 

Rua Chile, a primeira rua do Brasil

Pode parecer estranho que a primeira rua do Brasil tenha o nome de Rua Chile, mas é verdade: fundada em 1549 pelo governador-geral Thomé de Souza, a via não tinha esse nome – originalmente, foi chamada de Rua Direita dos Mercadores. Outras vielas foram criadas antes, mas nenhuma tinha nome. 

A origem do nome Rua Chile é controversa. Há quem diga que o nome tenha sido uma homenagem após a morte de quatro embaixadores chilenos no Rio de Janeiro em função da peste bubônica em 1902. Outra versão afirma que a homenagem tenha sido feita após a visita da esquadra chilena a Salvador no mesmo ano. Independentemente de qual seja a história verdadeira, a rua, localizada no centro histórico, tem esse nome até hoje.

Avenida Sete

Bem como boa parte das cidades brasileiras, Salvador também tem uma Avenida Sete de Setembro, em homenagem ao Dia da Independência. Caracterizada em parte pelas pedras portuguesas e pelos casarões antigos, em parte pelo movimento, ao desembocar na Praça Castro Alves, a via é parte importante da história da cidade. A Avenida Sete conecta o centro histórico de Salvador ao núcleo urbano surgido no sul da cidade entre os séculos 19 e 20. É, ao lado da Avenida Atlântica, uma das pontas de um dos largos mais conhecidos de Salvador e do Brasil: o Largo do Farol da Barra. 

Largo do Pelourinho

É clichê, mas o Pelourinho não poderia ficar de fora de uma lista com locais para visitar em Salvador. Oficialmente, o Pelourinho é todo um bairro da cidade, localizado no centro histórico. A famosa rua de pedras, com prédios coloridos, tipicamente da arquitetura portuguesa, é uma parte do Largo do Pelourinho. As ruas do pelourinho são caracterizadas pela grande quantidade de comércios dos mais variados tipos e pelas apresentações artísticas.

Ladeira da Barroquinha

A Ladeira da Barroquinha é o lugar certo para quem gosta do movimento gerado pelo comércio de rua. Lá, é possível encontrar o Espaço Cultural da Barroquinha (antiga igreja da Barroquinha) e o casarão de número 8 (antigo Hotel Castro Alves). A ladeira faz a conexão entre a Praça Castro Alves e uma das extremidades da Baixa dos Sapateiros. 

E para você, que outras ruas não podem ficar de fora de um passeio pela história da capital baiana?




Veja também

Deville Express Cascavel apresenta os recentes investimentos

Ceia de Réveillon no Deville em Maringá

Reserva online