Nossa história está repleta de grandes obras arquitetônicas, projetos às vezes muito a frente de seu tempo. Alguns são mais recentes, outros atravessaram séculos e ainda hoje impressionam seus visitantes. Grande parte dessas construções figura entre os principais pontos turísticos em seus países e são constantemente lembradas quando o assunto é inovação, criatividade e grandes feitos. Conheça algumas obras da arquitetura tão fascinantes que viraram pontos turísticos e hoje atraem milhares de visitantes. Pirâmides do Egito deville_piramides.jpg As pirâmides do Egito impressionam tanto que existem até teorias sobre extraterrestres envolvidos em sua construção. Em sua maioria construídas para servirem de sepulturas reais, além de muitas riquezas, elas abrigam lendas e até maldições. As mais conhecidas são as pirâmides de Miquerinos, Quéops e Quéfren, construídas por volta de 2000 a.C. Só a pirâmide de Quéops possui 138 metros de altura e 6 milhões de toneladas de pedra. Um dos grandes mistérios que envolvem a construção desses monumentos é o transporte das pesadas peças de pedra a uma altura tão grande, em um tempo com recursos escassos. A força dessas estruturas é tanta que resistiu a milênios, outra prova da inteligência empenhada nessas obras. Muralha da China deville_muralha_da_china.jpg Também antiga e de proporções impressionantes, a Muralha da China pode ser considerada uma das maiores obras arquitetônicas existentes hoje. Ela possui 6 mil quilômetros de extensão e foi construída por volta do ano 200 d.C. para proteger a região dos invasores. A construção, por atravessar várias regiões diferentes, varia de acordo com o relevo e características específicas de cada local. Além do gigantesco muro, a muralha ainda compreende portas, torres e fortes. Coliseu deville_coliseu.jpg Construído por volta do ano 70 d.C., o Coliseu é a construção mais conhecida da cidade de Roma. Hoje apenas dois terços da construção original permanecem quase intactos, o restante foi destruído pelas guerras, terremotos, vândalos e por construtores que desmontaram grande parte de sua estrutura, especialmente na Idade Média. O Coliseu podia acomodar até 55 mil espectadores, que o visitavam para assistir aos combates entre gladiadores e demais eventos do Império Romano. Sua estrutura foi projetada para comportar verdadeiras batalhas, com uma arena de madeira acima de um complexo de celas, onde ficavam também animais que participavam das lutas. Em seu projeto foram previstos detalhes como coberturas para proteger o público do sol. Monastério de Petra deville_petra.jpg Localizado na Jordânia, o local já foi cenário do filme Indiana Jones e a Última Cruzada. E ele é de fato digno das telas do cinema. Esculpido na pedra pelo povo Nabateu, possui 42 metros de altura e 30 metros de largura. Sua fachada possui esculturas de cavalos, soldados e mulheres. O restante da cidade de Petra também vale a visita. Nela, os turistas podem visitar um teatro para até 4 mil pessoas e túmulos reais belíssimos. Empire State Building deville_empire_state.jpg Um dos principais pontos turísticos de Nova York, o Empire State foi por mais de quatro décadas (até 1972) o maior prédio do mundo. O prédio começou a ser construído em 1929 e demorou dois anos para ficar pronto. Hoje ele está em terceiro no ranking, com 381 metros de altura e 102 andares, recebendo cerca de 3 milhões de turistas por ano. O Empire State já sofreu a batida de um avião e foi palco de vários suicídios, por isso hoje seu último andar é cercado. A entrada para subir ao topo custa 20 dólares e vale a vista da cidade. Burj Al Arab deville_burj.jpg Certamente uma das construções mais magníficas do mundo, em uma das cidades mais luxuosas, o Burj Al Arab de Dubai tem 321 metros de altura e é conhecido como a Torre das Arábias. A construção foi feita em cima de uma ilha artificial, próxima à praia de Jumeirah, sendo acessível por uma ponte ou pelo heliporto. O Burj Al Arab foi inspirado na Ópera de Sydney, na Austrália, e na Torre Eiffel, em Paris. Hoje ele abriga um hotel luxuosíssimo, com quartos de dois andares, praia privativa, piscinas, aquários, fontes dançantes e uma decoração ostensiva. Turistas podem reservar mesas em seu (caríssimo) restaurante para conhecer o interior do hotel sem se hospedar. Sydney Opera House deville_operahouse.jpg Um dos símbolos da Austrália, a Ópera de Sydney começou a ser construída em 1957, sendo inaugurada na década de 70. Seu desenho moderno e inspirador é uma marca registrada. Hoje o local abriga os mais diversos eventos, entre shows, teatros, concertos, balés, entre outros. A construção tem dois auditórios, cinco teatros, restaurantes, bares, lojas e salas de ensaio, totalizando cerca de mil divisões. O maior auditório tem capacidade para 2690 pessoas. Brasília deville_brasilia.jpg Totalmente planejada, a capital do Brasil contou com os projetos de Oscar Niemeyer, brasileiro, um dos maiores nomes da arquitetura mundial. Inaugurada no dia 21 de abril de 1960 pelo presidente Juscelino Kubitschek, seu plano piloto é de autoria do urbanista Lúcio Costa. Entre as construções mais notáveis da cidade, todas obras de Oscar Niemeyer, estão o Palácio do Planalto, Teatro Nacional Cláudio Santoro e a Esplanada dos Ministérios.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online