Ela é uma forma de agradecimento pelo bom atendimento em alguns lugares, mas também é responsável por muitas saias justas para os viajantes: a gorjeta. Existem algumas regras nessa hora, mas elas variam de país para país e até de estabelecimento para estabelecimento. Na dúvida, preste atenção nos costumes de cada local antes de oferecer a gratificação. Nos Estados Unidos e na França, por exemplo, a gorjeta é uma obrigação dos clientes para a maioria dos serviços. No Japão, garçons e taxistas podem ficar ofendidos se você oferecer a gratificação. Em hotéis pelo mundo geralmente os funcionários exigem a gorjeta – e não vale dar só um trocadinho. Em táxis também a gorjeta é obrigatória na maioria dos países e deve ser de cerca de 10% do valor pago pelo serviço. A gorjeta no Brasil No Brasil não existe obrigação de dar gorjeta, mas, na maioria dos casos, ela é esperada sim. A gorjeta depende muito da satisfação com os serviços: um bom atendimento é recompensado, já o atendimento ruim obviamente dispensa gratificações. Nos restaurantes do Brasil a gorjeta estaria inclusa nos 10% de serviço pagos com a conta. Mas existe muita controvérsia sobre o destino desse dinheiro, às vezes ele não é repassado aos garçons. Se você quer ter a certeza de gratificar a pessoa certa, a sugestão é entregar esse valor em dinheiro nas mãos de quem o atendeu. Nos salões de beleza podemos gratificar todos os profissionais que nos atendem. Como alguns clientes costumam visitar sempre o mesmo salão e ficar bem próximos desses profissionais, até presentes em datas especiais valem. O sugerido é 10% do valor pago nos serviços. Nos hotéis, as gorjetas vão geralmente para quem carrega a bagagem e para as camareiras. Para os carregadores, ela deve ser proporcional à quantidade de bagagem, para as camareiras, deve-se deixar uma gorjeta principalmente se você se hospedar por um longo período. O valor pode ser de R$ 5,00 em hotéis medianos e de R$ 10,00 ou R$ 20,00 nos hotéis de luxo. Nos postos de combustível, são os frentistas e lavadores de carro que geralmente recebem gratificações. Para os frentistas, o valor depende dos serviços prestados, se foi só o abastecimento ou uma checagem completa. O ideal são cerca de R$ 2,00 para abastecer e até R$ 10,00 para serviços mais completos. Nos táxis, a gorjeta não é obrigatória, mas arredondar o valor pode ser interessante se o taxista atender bem. Quando você pedir a entrega de algum alimento em sua casa, como pizza ou comida chinesa, procure sempre dar alguma gratificação. Os entregadores ganham apenas 50% da taxa de entrega, e, geralmente, recebem salários baixos. A gorjeta pode ser de R$ 2,00 a R$ 5,00. No supermercado é interessante dar gorjetas de R$ 2,00 a R$ 10,00 aos empacotadores, dependendo da quantidade de compras e se o empacotador ajudar a carregar as compras. Nos estacionamentos, os manobristas e valet costumam ganhar R$ 1,00 ou R$ 2,00 nos estacionamentos pagos e de R$ 3,00 a R$ 5,00 nos gratuitos. Dica para quem vai viajar: informe-se antes sobre as regras da gorjeta em cada país ou cidade. E na dúvida, o bom senso costuma ser um ótimo conselheiro.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online