Quem vai visitar Porto Alegre, a capital gaúcha, e seus arredores neste inverno tem excelentes opções de lazer. Para falar sobre o que há de melhor na região, o Blog Deville conversou com Laura Botton, autora do blog “Colecionando Viagens”. Viajar para Porto Alegre Já que o gaúcho adora ir a um parque, Laura recomenda o Farroupilha, mais conhecido por Redenção. “Lá, além de poder sentar ao sol para se aquecer acompanhado de um bom chimarrão, também, aos domingos é possível aproveitar a famosa feirinha da cidade, o Brique da Redenção. É um ótimo local para observar os moradores e seus costumes”, diz. “E, claro, no final da tarde não dá para deixar de dar uma passadinha no Gasômetro, na beira do Guaíba, para assistir o mais belo pôr-do-sol do mundo (sim, os gaúchos acreditam nisso)”, acrescenta a blogueira Hospedagem em Porto Alegre O Deville Prime Porto Alegre está a apenas 800 metros do aeroporto e a 15 minutos do centro da cidade, na principal via de acesso ao Vale dos Sinos e à região industrial. O hotel em Porto Alegre conta com estrutura completa para agradar hóspedes vindos a negócios ou lazer: piscina, quadra de tênis, fitness center, estacionamento, spa, lavanderia e business center. O transfer aeroporto/hotel/aeroporto é gratuito entre 5h e 0h30, mediante solicitação no balcão da Hertz no aeroporto. Serra Gaúcha Outra opção no inverno é visitar a Serra Gaúcha e, quem sabe, presenciar a neve. As principais cidades são Gramado e Canela. “É um charme no frio caminhar pela Borges de Medeiros, principal rua de Gramado. Sentar para almoçar ou jantar na famosa Rua Coberta, onde os restaurantes, no inverno, cobrem as cadeiras com pelegos (tapetes de couro de ovelha) para ficar mais quentinho, além de oferecerem uma cobertinha para proteger as pernas do frio”, Laura dá a dica. O que comer em Gramado E serra tem tudo a ver com comida no Rio Grande do Sul (AQUI LINK PARA A MATÉRIA 15 COISAS PARA COMER EM POA). “A primeira ideia que vem à cabeça é sempre dar uma passadinha em uma fondue. Eu adoro o Cest Mieux de La Fondue. Não é o maior e nem o mais famoso, mas o lugar é bem aconchegante e, para mim, é a melhor sequência de fondue da Serra Gaúcha. Há também os famosos cafés coloniais, onde se come até não poder mais. O mais famoso é o Coelho Café Colonial, uma verdadeira perdição”, conta. E depois de caminhar pelo Lago Negro, um dos parques da serra preferidos de Laura, ou pelo Parque do Caracol, em Canela, um chocolate quente na Casa da Velha Bruxa – o café mais tradicional de Gramado –, vai muito bem. “E se pegar uma mesa na rua, ainda dá pra ficar observando todo o movimento da Borges de Medeiros”. Ainda por cima, a blogueira indica a sopa no pão, ótima para se aquecer. “Eu costumo comer na Rua Coberta, mas é possível encontrá-la em vários restaurantes da cidade”. Vá para Porto Alegre e hospede-se no Hotel Deville. Confira outras dicas da blogueira no endereço: http://colecionandoviagens.com.br/




Veja também

Natal saboroso: receitas deliciosas para uma ceia incrível

Passeio cultural em São Paulo: conheça a Casa das Rosas

Reserva online