Black Friday Deville

00   Dias  
  Horas  
  Mins  
  Segs  

Para os apreciadores de vinhos que curtem um bom roteiro de viagem, visitar vinícolas e passar por uma experiência aprendendo a degustar a bebida pode ser um bom passeio de férias. Foi isso o que fez e recomenda Marcos Ehlke, designer de móveis. Ele viajou em julho de 2014 para a Argentina por indicação de amigos que também gostam de vinhos. Segundo ele, Mendoza, a cidade que visitou, “respira vinho”. É especializada em vinhos padrão das uvas Malbec. Todo o turismo é voltado a isso, e há mais de mil vinícolas desse tipo de uva na cidade. Marcos conheceu em uma semana duas vinícolas grandes e uma boutique, como é chamada uma vinícola menor. Roteiro na companhia de enólogos “É um turismo diferente. Para visitar cada vinícola, é preciso fazer agendamento. Chegamos por volta de 9h na cidade, e havia uma pessoa nos esperando, que explicou todo o funcionamento da fabricação dos vinhos. Ela nos levou aos porões onde estão armazenadas as barricas, que ficam lá por meses. Depois disso, subimos para degustar alguns vinhos deles”, relata. Eles servem três ou quatro vinhos carros-chefe e o turista prova as bebidas. “É toda uma experiência para que você identifique o tipo de vinho, os sabores, frutados ou não, amadeirados ou não. Tivemos também um almoço, que foi harmonizado com as bebidas. A refeição terminou com sobremesa e vinho doce. Foi uma experiência única. Agora posso considerar que aprecio o vinho de forma diferente de antes”. Turismo e enologia: experiência única Para quem tem o mínimo de curiosidade, essa experiência nas vinícolas argentinas pode ser o ponto de partida para apreciar melhor a bebida. Se o paladar está adormecido, a viagem com explicação de enólogos provoca um novo interesse, segundo o designer. “A partir daí você acaba refinando seu paladar. Assim, na hora de comprar uma garrafa, você consegue identificar qual é a uva e tem uma experiência emocional melhor, digamos assim. Então é um prazer a mais, algo diferenciado”. Em Mendoza, existem agências especializadas no turismo associado a vinhos, com acompanhamento de enólogos. “Utilizei um serviço especializado lá mesmo da cidade. Fomos atendidos por profissionais sensacionais. Eles ficam o dia inteiro conosco, buscam e levam para qualquer lugar. Foi tudo muito bonito”, lembra Marcos. Ficou interessado? Conheça os variados tipos de vinho da Argentina. E boa enoviagem!




Veja também

Vai para a Serra Gaúcha? Conheça o Deville Prime Porto Alegre 

Fim de semana em Salvador: 5 dicas para curtir a cidade

Reserva online