As cafeterias foram, em diversas épocas, ponto de encontro de políticos, intelectuais, artistas e personalidades. E esses locais elegantes e introspectivos ainda hoje atraem aqueles que buscam por uma boa refeição e um ambiente tranquilo. Mas muitos cafés extrapolaram os limites de seus cardápios e se tornaram atrações turísticas carregadas de tradição. Conheça alguns estabelecimentos que oferecem uma imersão na história de suas cidades – sempre acompanhada, claro, de um bom café. Confeitaria Colombo – Rio de Janeiro, Brasil Confeitaria_Colombo_2.jpg Inaugurada em 1854 na cidade maravilhosa, a Confeitaria Colombo preserva até hoje uma decoração suntuosa. São três salões e quatro andares, espelhos que chegam a pesar mais de uma tonelada e balcões de mármore italiano. Peças de louça do início do século ficam abrigadas em cinco cristaleiras espalhadas pelo ambiente, iluminado pela luz que atravessa um belíssimo vitral no teto. Com tanto requinte, não é surpresa que a Confeitaria Colombo tenha tido visitantes e frequentadores ilustres como Getúlio Vargas, Juscelino Kubitscheck e a Rainha Elizabeth da Inglaterra, em 1968. Café Tortoni – Buenos Aires, Argentina Café_Tortoni.jpg O Café Tortoni foi inaugurado em 1858 e transferido para a atual sede apenas em 1880. Como grande parte dos cafés mais ilustres do mundo, o Tortoni chama a atenção pela sua história: por muito tempo, o local foi parada obrigatória para os intelectuais da capital argentina. Jorge Luis Borges e Carlos Gardel estiveram entre os frequentadores assíduos, gastando sempre pouco, mas dando brilho ao local. Hoje, além de cardápio único, o café oferece um espaço cultural e de lazer completo, com biblioteca, sala de leitura, galeria de arte, espaço para espetáculos e até sinuca. Café Greco – Roma, Itália Café_Greco.jpg A Itália está repleta de cidades charmosíssimas com cafés à altura. Um deles é o Café Greco, em Roma, que serve seu público há mais de 250 anos. Entre os frequentadores mais assíduos estão os políticos e intelectuais romanos. A decoração é mais simples, mas não deixa a elegância de lado em nenhum aspecto. As salas, menores e mais aconchegantes, são decoradas com espelhos, quadros e mobiliário de época. Frequentadores ilustres? Goethe, Lord Byron, Hans Christian Andersen, Liszt e Stendhal são apenas alguns exemplos.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online