Programar uma viagem para fora do país requer, além de planejamento, uma dose extra de paciência para enfrentar as burocracias obrigatórias para turistas. Passaporte, visto, passagens, documentos, tudo precisa estar em ordem para evitar dores de cabeça durante a viagem. Por onde começar? A Check-in Deville traz algumas orientações básicas pra ajudar no seu planejamento. Comece pelo passaporte: ele é um documento essencial pra quem vai viajar pra fora do país. Emitido pela Polícia Federal, funciona como uma carteira de identidade internacional. Lá estão as informações necessárias para entrar em outros países. Mas não é só isso. O passaporte também precisa estar atualizado e, em alguns lugares, o visto é exigido para passar pela imigração. Mais informações podem ser encontradas no site da Polícia Federal: http://www.dpf.gov.br/ Passaporte em mãos, é hora de tirar o visto. As modalidades de visto variam de acordo com o objetivo da sua viagem – negócios, turismo e trabalho são as mais comuns. Desde que os Estados Unidos aumentaram as exigências com imigrantes no país, tirar o visto americano ficou um pouco mais trabalhoso. O agendamento precisa ser feito com antecedência, via internet, e a concessão do visto é feita na embaixada americana nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Recife. No site da embaixada você encontra tudo o que precisa, como a lista de documentos necessários: http://www.embaixada-americana.org.br. Se a sua viagem é para os países vizinhos de Mercosul (Argentina, Paraguai e Uruguai), boas notícias: o visto e o passaporte não são necessários. Você só vai precisar de um documento de identidade atual. Outra dica interessante para planejar uma boa viagem: comprando as passagens com antecedência é possível economizar alguns reais – e em algumas embaixadas, é importante apresentar as passagens de ida e volta para conseguir o visto. Selecionamos alguns dos destinos mais procurados pelos brasileiros, com informações burocráticas e turísticas úteis. Embaixada da França – Brasília – DF Telefone: (0xx61) 3312-9100 | www.ambafrance-br.org.br | france@ambafrance.org.br Para visitar a França é necessário apresentar somente o passaporte, com validade de seis meses a partir da data do embarque. O período de permanência para turistas é de três meses. Após esse tempo, o visto é necessário. Destino turístico favorito de muitos brasileiros, é também unanimidade entre viajantes do mundo todo. A França vai muito além de Paris. Inclua no seu roteiro uma passada pela Riviera Francesa, pelos Alpes e pelas vilas de Provence. Embaixada da Itália – Brasília – DF Telefone: (0xx61) 3442-9900 | http://www.ambbrasilia.esteri.it | ambasciata.brasilia@esteri.it Como turista (até 3 meses) o visto não é necessário. Mas é preciso comprovar sustentabilidade financeira para quem vai passar algum tempo no país, para evitar problemas com as delegacias de fronteira italianas. Um dos grandes centros culturais do mundo, berço de artistas como Leonardo da Vinci e Michelangelo. Os destinos preferidos são Roma e Veneza, mas a Itália conta com inúmeras praias, campos e os alpes cobertos de neve no inverno. Embaixada Britânica – Brasília – DF Telefone: (0xx61) 3329-2300 | http://www.reinounido.org.br/ | contato@reinounido.org.br Para turistas, o visto de visitante é válido por três meses e concedido no momento do desembarque. A capital Londres é um dos destinos preferidos dos brasileiros, mas se estiver por lá não deixe de conhecer o norte do país também. Arquitetura antiga no estilo vitoriano, paisagens belíssimas e uma vida noturna agitada na região das universidades. Embaixada da Espanha – Brasília – DF Telefone: (0xx61) 3701-1600 | http://www.maec.es/embajadas/brasilia/es/home | embespbr@correo.mae.es A permanência sem visto no país é permitida para turistas por um prazo máximo de 90 dias. O espírito latino está presente no modo de viver dos espanhóis. Noites agitadas, boa comida, povo acolhedor. Não deixe de provar a paella tipicamente espanhola e programe suas atividades de acordo com um dos hábitos mais tradicionais do país: a siesta.




Veja também

4 vinícolas para visitar na serra catarinense

Como identificar câmeras ocultas em Airbnb?

Reserva online