Viajar é uma delícia, mas requer alguns cuidados principalmente em relação à alimentação. Mudanças de hábito, no clima, fuso horário, horas no avião, tudo isso costuma alterar um pouco o funcionamento do organismo. Isso sem falar das viagens mais longas para países cuja cultura e a gastronomia são bastante diferentes. Tantas mudanças podem prejudicar o seu corpo e você não vai querer ficar de cama no meio do passeio, certo? Para evitar maiores transtorno siga algumas dicas: – Antes e durante a viagem, seja de avião, ônibus ou carro, prefira alimentos mais leves. Você vai ficar muito tempo sentado, passar por mudanças de altitude e temperatura e é melhor evitar excessos. – Café da manhã de hotel é sempre uma tentação. Mas tenha calma. Não misture tudo o que encontrar na mesa e deixe para experimentar as delícias ao longo dos dias. Se você não tem o costume de comer muito nesta hora do dia o seu corpo vai sofrer com isso. – Tente manter a mesma rotina alimentar que tem em casa. Siga os horários e o estilo habitual de alimentação. – Em lugares muito quentes evite alimentos que podem estragar com facilidade e prefira sempre os frescos. Frutos do mar, queijos, leite e derivados exigem atenção especial. Na dúvida, opte por outros tipos de pratos. – Tente sempre consumir os alimentos típicos da região. Eles costumam estar mais frescos e os riscos de contaminação são menores. Fuja dos alimentos crus e prefira tudo o que for bem cozido e assado. – Beba muita água para manter o corpo hidratado e o intestino funcionando. Mas muito cuidado com a contaminação, principalmente em países e cidades menos desenvolvidas. Peça sempre a água engarrafada e não use gelo. – Gosta de experimentar a gastronomia regional? Vá de leve. Condimentos, temperos e ingredientes típicos são estranhos para o seu organismo. Deguste tudo com parcimônia e em ritmo lento – um prato diferente a cada dia e prefira aqueles que não são tão exóticos. – Comida de rua só, se for uma indicação de amigos. Na sua cidade você também não costuma se arriscar em qualquer barraca ou carrinho que encontra na rua. O mesmo vale para as suas viagens, principalmente no exterior. – Na bagagem não esqueça de levar uma caixinha com seus remédios habituais para problemas digestivos, dor de cabeça e etc. Leve também saquinhos de chá que podem ajudar o estômago caso necessite.




Veja também

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Home office está surpreendendo os empresários

Reserva online