Guardar dinheiro e realizar seus sonhos de conhecer os mais incríveis lugares não é uma tarefa simples, mas é possível. Entenda

Nós sabemos que viajar não é lá tão barato, não é mesmo? Pagar uma viagem de forma direta é quase impossível sem um bom planejamento, mas não deve ser encarado como uma tarefa impossível.

Por mais complicado que seja economizar aos poucos, existem algumas dicas que podem fazer você juntar dinheiro e investir na viagem de seus sonhos.

Vamos economizar? É hora de viajar!

Quando temos objetivos maiores, como uma viagem, por exemplo, vale a pena apertar o cinto em outros momentos, como jantares fora de casa ou happy hour com os colegas de trabalho, para ter a verba desejada de acordo com as suas possibilidades.

01. Organize sua vida financeira

É preciso, antes de começar a planejar uma economia, organizar a sua vida financeira. Tente quitar todos os débitos ainda pendentes, para que o seu dinheiro seja menos comprometido mensalmente.

Faça uma planilha com todas as entradas e despesas que você tem e, no final ou começo de cada mês, analise e confira os gastos que podem ser eliminados futuramente. Essa é uma forma de otimizar seus gastos e ampliar seus ganhos.

02. Defina quanto pode guardar por mês

Não adianta você estipular que guardará um determinado valor por mês, se essa quantia irá atrapalhar nos seus gastos fixos e obrigatórios.

É importante pensar uma quantia que não comprometa a sua saúde financeira. Estipule, por exemplo, separar 10% do seu salário ou uma quantia que se aproxime a isso.

Se você organizar uma meta, não importa a quantidade que você consiga guardar por mês, se esforce para juntar o montante no fim do mês e guardá-lo no local de sua escolha.

03. Mude seus hábitos

Existem alguns hábitos diários que podem ser modificados visando a economia. Por exemplo, o gasto com transporte público costuma ser bem menor do que com os aplicativos de transporte. Fazer essa substituição pode auxiliar na diminuição dos gastos no fim do mês.

Além disso, fazer o próprio almoço às vezes, ao invés de comer fora, pode auxiliar a reduzir os custos com a alimentação. A dica é cortar gastos e, de quebra, tornar sua vida muito mais ativa.

Esses pequenos custos diários, ao serem reduzidos, têm um grande impacto no fim do mês. Dessa forma, você pode utilizar o dinheiro economizado para o seu fundo de viagens.

04. Venda o que você não usa mais

Essa dica não é bem para economizar dinheiro, mas sim economizar espaço e ganhar uma graninha extra. Existem inúmeros objetos, roupas, sapatos e itens de decoração que não usamos mais e, por muitas vezes, acabam ocupando espaço em nossa casa e em nossa vida.

Uma boa dica é separar os itens em melhor estado e colocá-los à venda. Você pode fazer isso na internet ou em um bazar próprio, por exemplo.

O importante é se desfazer de itens que perderam a utilidade e usar o dinheiro obtido com a venda para planejar a sua viagem.

05. Guarde seu dinheiro muito bem

É quase impossível – e desvantajoso – guardar o dinheiro de forma física. Além dele perder valor ao ficar parado, sem um investimento, a tentação para utilizá-los em determinados momentos tende a ser grande.

Fazer uma poupança, investir em títulos ou criar uma conta digital, por exemplo, é uma boa opção para fazer seu dinheiro render em um lugar seguro. A Modal Mais, um banco digital para investidores, por exemplo, foi pensado para todos os tipos de público e adequado ao seu tipo de perfil e objetivo. Conheça mais sobre eles. 

Todos os bancos também possuem alternativas de investimentos com bons rendimentos a médio e longo prazo, consulte o seu para verificar qual é a melhor opção para você!

Vamos viajar? Essas dicas são muito simples e podem ajudar você a realizar o seu sonho de conhecer aquele país, estado ou cidade que tanto deseja. Aproveite!




Veja também

5 dicas para reutilizar garrafas pets

 4 ideias de pratos feitos com pinhão

Reserva online