Está com tudo pronto para fazer umas comprinhas no Paraguai? A cidade de Salto del Guairá é um dos destinos favoritos dos brasileiros, onde você encontra de tudo e mais um pouco, com um precinho muito bom. Os itens preferidos dos turistas brasileiros são os eletrônicos, mas você encontra muita variedade. Aqui vão algumas dicas importantes na hora de atravessar o Rio Paraná e fazer suas compras:

1 – Documentação e cuidados

Não é preciso ter visto para visitar o Paraguai e você pode atravessar a fronteira apenas portando seu RG ou Passaporte.Tome cuidado com seus pertences, como carteira, celular e câmera fotográfica, e ponha seu dinheiro em bolsos com zíper ou em doleiras. Teste os produtos antes de comprá-los, certifique-se de que o item é original (uma dica é ver se o preço está abaixo do praticado nos EUA) e peça sempre nota fiscal.

2 – Compare preços

Muitas lojas oferecem produtos eletrônicos como smartphones ou notebooks cobrando em dólar. É importante comparar preços aqui antes de ir às compras e fazer a conversão para ver se o valor é menor ao brasileiro. Nem sempre um produto original sai realmente mais barato no Paraguai do que no Brasil. Os preços no país vizinho são mais baratos porque os impostos cobrados de fabricantes estrangeiras são bem menores do que os impostos que pagamos por aqui. A legislação por lá também faz menos exigências: certificações de agências reguladoras, tradução de manuais e embalagens e tributos obrigatoriamente repassados ao estado pelo simples comércio são menores.

3 – Pesquise a loja antes

É importante pesquisar quais são as maiores lojas e as mais confiáveis no Paraguai para evitar cair em golpes.Tome muito cuidado com guias ou agentes de compras, que geralmente abordam os turistas nas ruas com coletes caracterizados. Não dê ouvidos aos ambulantes e pessoas aleatórias te chamando para conhecerem suas lojas. Escolha um local, de preferência uma loja grande e com boas referências, conhecida por não oferecer produtos falsos ao invés de originais, e vá até lá sem desviar o olhar para ofertas aparentemente mais tentadoras.

4 – Leve dólar em espécie

Você pode trocar seu real pela moeda americana antes de cruzar a fronteira e comprar tudo em espécie. Assim, você evita o peso de impostos brasileiros que podem deixar o produto mais caro no final. Por conta do fluxo constante de brasileiros, muitas lojas aceitam pagamento em real e cartões internacionais emitidos no Brasil. Porém, vale lembrar que o preço em real tende a ser um pouco maior do que a pura conversão para dólar em casas de câmbio do lado de cá da fronteira.

5 – Preste atenção aos impostos

A Receita Federal determina que, se as suas compras custaram menos de US$ 300 a pé ou de carro ou US$ 500 de avião, você não precisa declarar nada e pode ir para casa tranquilamente. Se suas compras ultrapassarem o limite, será preciso emitir uma “Declaração de Bens do Viajante” e pagar o imposto calculado na hora. Os tributos são equivalentes a 50% do valor excedido, levando em conta a cotação do dólar na época. Com essas dicas você pode viajar tranquilamente e não se preocupar com imprevistos durante as compras. Além disso, o Deville Express Guaíra, localizado do lado de cá da fronteira, fica a menos de 30 minutos de carro de Salto del Guairá e você pode aproveitar sua viagem e descansar tranquilo com muito conforto e comodidade. Para aproveitar ainda mais a sua viagem use o código WEBDEVILLE nas reservas feitas pelo site. Vamos juntos nessa?




Veja também

Os pratos mais deliciosos do Deville Prime Cuiabá

5 destinos da Região Centro-Oeste para você conhecer

Reserva online