Os usuários do Facebook podem esperar uma novidade: em breve será lançado o Facebook at Work. O aplicativo será direcionado exclusivamente aos colaboradores de empresas, servindo como uma ferramenta de comunicação interna. Logo, vai funcionar como uma rede privada para um grupo específico de pessoas. De acordo com Fernanda Musardo, especialista em redes sociais, internet e inovação,  a nova ferramenta será igual ao Facebook que se conhece hoje. O chat funcionará normalmente e discussões sobre determinados assuntos poderão ser abertas. Também haverá a Timeline para que cada usuário compartilhe assuntos de interesse comum com os demais. Ela diz que o Facebook, na verdade, está trazendo o que já é realidade na comunicação para uma nova plataforma. “Afinal, as empresas já usam essa e outras redes sociais para a comunicação entre os colaboradores, como WhatsApp, Twitter e Google Plus”, explica ela. Aprimoramento do uso da rede O Facebook at Work é resultado do aprimoramento do uso do Facebook. “Estamos passando por um processo de amadurecimento. Aos poucos as pessoas estão aprendendo que não podem colocar tudo na rede. Elas estão percebendo que direcionar conteúdos mais profissionais para grupos específicos gera resultados significativos”, conta. O app será pago? Mesmo que a empresa de Zuckerberg tenha dita que o novo app pode ser pago, Fernanda acredita que isso é muito difícil de acontecer. ”É claro que alguém precisa pagar a conta, mas é muito mais fácil monetizar com banners. É claro que ele pode colocar uma versão gratuita limitada, uma versão premium paga e aos poucos ir mudando isso. A primeira ideia, porém, é ver a aderência do mercado”. Facebook at Work no Brasil Não há previsão para a chegada do aplicativo ao Brasil. No momento, há duas empresas no exterior testando a solução. O momento é de aprimorar o novo produto para então ser lançado em outros países, o que inclui o Brasil. “A empresa só vai levar em consideração o mercado brasileiro se a aceitação for muito boa em outros lugares, principalmente no que se refere à monetização. Podemos esperar a chegada do Facebook at Work a partir da metade de 2015”, prevê Fernanda.  




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online