Com 9 hotéis, em 6 estados brasileiros, totalizando 1.585 apartamentos e 1.150 colaboradores, a Rede de Hotéis Deville comemora o resultado conquistado em 2019 e, para 2020, projeta um crescimento de 9,8%, o que deverá gerar uma receita total de aproximadamente R$ 181 milhões.

Mesmo diante das flutuações do mercado, a Rede Deville conseguiu superar os resultados alcançados em 2018. A Taxa de Ocupação (TO) cresceu 1,5% e a Diária Média (DM) foi 5% maior do que a do ano anterior. Por conta disso, o Revpar (RP) elevou-se em 6,5% sobre 2018. “Nosso faturamento total deverá ultrapassar a marca dos R$ 165 milhões, o que representa um incremento de 8,4% sobre 2018. Face ao enorme esforço de gestão, tanto das unidades quanto do Escritório Central, com rigoroso controle de gastos, nosso Lucro Operacional (GOP na sigla em inglês) cresceu 16% quando comparado ao resultado do ano anterior”, afirma o diretor comercial e de marketing da Rede Deville, Cícero Vilela.

Investimentos – Em termos de valores, a Rede de Hotéis Deville investiu mais de R$ 8 milhões em suas unidades, considerando reformas, aquisições de equipamentos, melhorias de sistemas e de processos operacionais. Foram finalizadas as reformas do Deville Prime Salvador (apartamentos e restaurante) e do Deville Business Maringá (apartamentos). No Deville Business Curitiba, foi inaugurada uma loja de conveniências, trazendo mais facilidade para os hóspedes.

“Como a Deville adotou uma estratégia patrimonialista, ou seja, ser proprietária dos seus hotéis, é de fundamental importância para manter a competitividade, num mercado que apresenta sempre novos empreendimentos, investir regularmente na atualização e modernização dos hotéis. Propiciar um elevado padrão de conforto e segurança aos nossos hóspedes, é um dos valores fundamentais da Deville. Para tanto, faz-se necessário manter constante atenção para com as condições físicas das instalações, além de procurar acompanhar as mais recentes tendências no que diz respeito aos padrões de decoração, tecnologia e serviços”, complementa Vilela.

Planos para 2020 – Para o próximo ano, está sendo projetado um incremento na Taxa de Ocupação de 5,7% e de 3,5% na Diária Média, resultando num Revpar 9,4% superior ao de 2019. “Em termos de faturamento total, projetamos crescer 9,8%, o que deverá gerar uma receita total de aproximadamente R$ 181 milhões. Para os investimentos, temos obras importantes no Deville Prime Cuiabá, com a reforma da principal sala (Pantanal) e a construção de um Espaço Gastronômico na área externa, que servirá para eventos externos, ao lado da piscina. Também ampliaremos o número de apartamentos da unidade, que passará a ter 182 quartos. No Deville Prime Salvador, teremos as obras de revitalização do Restaurante Saveiros, localizado à beira do lago”, adianta o Diretor.

E todo esse trabalho tem recebido o reconhecimento dos hóspedes e do setor, já que 2019 trouxe muitas premiações: o Deville Prime Porto Alegre, com o Prêmio Caio – melhor Centro de Eventos em hotel na região Sul; o Deville Prime Salvador, com o Prêmio EVEX – Evento Experiência Bahia 2019; o Deville Prime Campo Grande se manteve em 1º lugar durante todo o ano o TripAdvisor. Já o Deville Prime Porto Alegre de janeiro a maio esteve em 2º lugar por conta de um novo player do mercado, mas a partir de junho retomou o 1º no lugar, no qual se mantém. Os hotéis de Salvador e Maringá também ocupam os primeiros lugares, sendo considerados ótimas opções para os viajantes segundo o TripAdvisor. E as unidades do Deville Express, em Cascavel e Guaíra, também se destacam ocupando a primeira posição.




Veja também

Fim de semana em Curitiba: 5 dicas para curtir a cidade

Vai para a Serra Gaúcha? Conheça o Deville Prime Porto Alegre 

Reserva online