carreira01_.jpgTrocas de centenas de e-mails, busca e publicação de informações fazem parte da rotina de diversos profissionais. Para as gerações mais novas é difícil imaginar o trabalho há 20 anos, quando a internet ainda não era tão popular e acessível. Não há como negar que a rede trouxe facilidades para todos os ambientes de trabalho, porém, tanto empregadores quanto funcionários sabem que um computador com acesso à internet é também a porta de entrada para um mundo não relacionado às atividades profissionais. E agora, a internet é mais vilã ou mais heroína no mundo profissional? “A internet proporciona conhecimento, velocidade e qualidade de comunicação, otimização de tempo, dentre uma infinidade de benefícios”, diz Bernt Entschev, headhunter e presidente da Bernt Entschev Human Capital. Com a internet, as pessoas tem acesso a uma quantidade de informações inimaginável há alguns anos, o que afeta de maneira direta o desempenho durante o trabalho. Entschev esclarece: “Um profissional que consegue ter, em um clique, todas as informações que precisa para desempenhar seu trabalho, consegue com maior facilidade executá-lo e entregá-lo com melhor qualidade”. Além disso, a web promove o “ócio criativo”. Isso significa que nos momentos mais estressantes do dia a internet é a ferramenta ideal para arejar o cérebro, buscando informações variadas do mundo. “À medida que quebramos nossa concentração para ter contato com algo completamente à parte, ao voltarmos a nos concentrar, retornamos com outra disposição e outras ideias, muitas vezes melhores do que as anteriores”, explica o headhunter. Todos estes benefícios dependem da utilização adequada da internet. “O uso para fins pessoais de qualquer ferramenta de trabalho é inadequado”, afirma Entschev. Para ele, o que atrapalha a produtividade dos profissionais é a dificuldade em separar o profissional do pessoal dentro da rede, principalmente nos sites de relacionamento. “A melhor forma de combater isso, acredito, é limitar o uso desses sites, deixando horários específicos, como o horário do almoço”, sugere. Para os profissionais a dica é utilizar os sites de relacionamento, ferramentas de conversação instantânea e sites de variedades somente se eles fizerem alguma diferença no resultado do trabalho. Bernt Entschev é Headhunter e Presidente da De Bernt Entschev Human Capital. Há 25 anos na área de executive search, é colunista da Gazeta do Povo, Correio do Povo e do La Nación, além de comentarista de Recursos Humanos do telejornal Bom dia Paraná (RPC/Globo) e das Rádios CNB e 91 Rock.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online