OfficeO mercado de trabalho cresce à mesma medida que a quantidade de profissionais formados e qualificados. A tarefa de encontrar uma boa posição não é das mais fáceis. Por onde começar? Como otimizar a busca sem perder tempo? Confira algumas dicas do Deville Starclub, que conversou com Paula Dely, psicóloga e consultora do Portal Educacional. Buscar um emprego exige foco, contatos e determinação. São estes os três pilares que a psicóloga acredita serem necessários para encontrar uma vaga no competitivo mercado de hoje. Ela explica que o profissional precisa saber selecionar as oportunidades e dirigir a atenção somente para aquelas vagas que realmente tem relação com seus interesses e habilidades. “Não adianta enviar currículo para qualquer vaga disponível. Isso representa perda de tempo e desgaste desnecessário para o profissional e para os próprios recrutadores, além de não gerar os resultados esperados. As empresas procuram competências profissionais para os cargos ofertados e não tem interesse em contratar pessoas com outras qualificações.” Se enviar currículos para todos os tipos de cargos não é a melhor estratégia, qual seria? “O melhor a fazer é apostar na rede de contatos, mostrar a cara e saber onde buscar as oportunidades. O profissional pode e deve utilizar seu networking, enviando emails ou telefonando para anunciar que está a procura de novas possibilidades e que encontra-se disponível para um novo emprego”. Outro ponto fundamental é saber se expor no mercado, aceitar convites para os diversos eventos, participar de cursos e palestras de sua área. O mesmo deve acontecer nas redes sociais que hoje representam um caldeirão de oportunidades. Basta ficar atento aos blogs, páginas e perfis das próprias empresas e compartilhar ativamente das informações, explorando ao máximo as vantagens de estar na rede. “O profissional que marca presença tem mais chances de abrir caminho do que aquele que fica em casa deprimido, enviando currículos e esperando por uma possível resposta”, ressalta a psicóloga. E por falar em currículos, Paula Dely dá algumas dicas para usar o documento de forma eficaz: – Enviar currículo via email não é a melhor opção. O ideal é levar diretamente na empresa e de preferência para os responsáveis pela contratação. Assim, já é possível aproveitar para criar novos contatos. Mas se o email for a única opção é preciso ser objetivo, colocando o cargo desejado no título, fazendo um texto de apresentação sucinto e anexando o currículo adaptado para a vaga em questão. – Após distribuir os currículos não hesite em ligar para ter uma resposta. Muita gente perde oportunidades por medo de parecer insistente, mas basta um telefonema para reforçar o interesse e quem sabe ganhar um ponto a mais frente à concorrência. – Utilizar as diversas ferramentas da web gera bons resultados. Sites de emprego pagos ou gratuitos realmente funcionam. O importante é utilizar somente os serviços de empresas sérias e já reconhecidas e se concentrar nas vagas que realmente se encaixem no perfil.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online