Pense na capital sul-mato grossense e provavelmente lhe virá à cabeça a imagem de um cenário de natureza. E são grandes as chances dessa paisagem pertencer ao Parque das Nações Indígenas, o maior de Campo Grande e um dos maiores parques dentro de um perímetro urbano do mundo inteiro! Não é de se surpreender, portanto, que o local contenha variadas atrações, além da principal, que é a oportunidade de um contato intenso com a natureza em pleno ambiente urbano. Porém, o Parque das Nações Indígenas vai muito além disso. À infraestrutura para a prática de esportes, se somam lanchonetes, espaço para apresentações, museus e monumentos. Vamos mergulhar nesse mundo repleto de possibilidades?

Exercite-se!

Existe palco melhor para atividade física do que a natureza? O parque oferece quadras propícias para diversos esportes, como futebol, futebol de salão, basquete, vôlei de praia etc para combinar uma partida com os amigos e pista específica para quem manda bem no skate, patins e bike. Quem prefere exercícios mais leves como a caminhada pode usar a pista asfaltada de 4 quilômetros que serpenteia o local em meio a diversas paisagens deslumbrantes como…

O lago

O que seria de um parque urbano sem um belo lago no meio? No caso do Parque das Nações Indígenas, o grande lago é formado próximo à nascente do córrego Prosa. Diversas pontes encantadoras cruzam o lago, que protagoniza um dos mais belos cenários de por do sol de Campo Grande.

Museus

Quem procura um programa mais cultural também vai adorar o parque, já que abriga dois dos mais importantes museus do Mato Grosso do Sul: o Museu das Culturas Dom Bosco (também conhecido como Museu do Índio) e o Museu de Arte Contemporânea (MARCO), cada um com seus interessantes atrativos e imperdíveis exposições. O primeiro é referência na arte indígena, oferecendo a oportunidade dos visitantes aprenderem mais sobre as origens do povo brasileiro, mostrando com riqueza de detalhes as características de cada povo indígena que habita e habitou a região. Já o segundo, gratuito a todas as faixas etárias, é o local principal a ir para ficar por dentro das melhores produções artísticas do estado.

Pré-História?

Falando em história, pesquisadores já encontraram evidências da presença de povos pré-colombianos no parque. Ou seja, não está descartada a possibilidade de que a região tenha sido habitada durante a pré-história. Séculos depois, a região foi povoada por aqueles que hoje dão nome ao local.

Animais resgatados

A vida selvagem também tem destaque no parque. Localizado logo na entrada do lugar, o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) recepciona e destina animais silvestres apreendidos em operações de combate ao tráfico, atropelados nas rodovias estaduais ou os entregues voluntariamente pela população. As visitas são monitoradas por um guia que mostra o trabalho desenvolvido pelo CRAS quanto à reabilitação e destinação dos animais. O Parque das Nações Indígenas está localizado exatamente atrás do Deville Prime Campo Grande. Que tal destinar um (ou mais) dia(s) para explorar bem esse belo espaço que traz atrações naturais, culturais e esportivas? Ao fazer sua reserva no hotel, lembre-se de incluir o cupom de desconto WEBDEVILLE para ganhar 10% OFF pelo site!




Veja também

Como escrever um e-mail corporativo?

5 ótimos passeios bate e volta saindo de Curitiba

Reserva online