Viajar no inverno é uma delícia, especialmente se o destino é repleto de charme nas estações frias. Mas nosso corpo exige alguns cuidados especiais quando as temperaturas estão muito baixas. Uma das regiões que mais sofrem com o frio é o rosto, que fica diretamente exposto por mais tempo. Mãos e pés também costumam sentir os efeitos da temperatura. Leve em sua bagagem protetores labiais, como a manteiga de cacau, e os mantenha sempre ao alcance das mãos. Passe sempre que lembrar. Esses produtos criam uma camada protetora que impede que os lábios rachem. Apesar de aliviarem a sensação de frio e ressecamento, a manteiga de cacau e alguns produtos semelhantes não hidratam os lábios. Por isso, é importante levar um produto específico para a região ou hidratantes para o rosto e corpo. Aplique os produtos sempre que possível, especialmente nas regiões mais afetadas. Não esqueça também do protetor solar – as temperaturas mais baixas e dias nublados não impedem as queimaduras. Em seu destino, evite sair com os cabelos molhados depois de lavá-los, mesmo que você permaneça em ambiente fechados. Assim você diminui as chances de pegar uma gripe ou resfriado. Não se esqueça de se hidratar constantemente. A maioria das pessoas se esquece de tomar água no frio, mas ela é essencial mesmo nos dias mais gelados, especialmente se você praticar algum exercício físico. Outra dica importante é não tirar os casacos se você estiver suado, mesmo se estiver com calor. Com o corpo molhado, o choque térmico é maior, e você corre o risco de pegar algum resfriado ou pneumonia, em casos extremos. Nosso corpo também precisa de mais calorias quando as temperaturas caem. Por isso, invista em carboidratos nas refeições e leve sempre um lanchinho com você. Durante a viagem, evite o cigarro e as bebidas alcoólicas. O cigarro prejudica a circulação, podendo favorecer as queimaduras na pele causadas pelo frio, e o álcool faz com que o corpo perca calor rapidamente, além de causar arritmias e ser prejudicial para quem sofre de hipertensão. A tendência é ficarmos em locais fechados quando está frio. Isso pode favorecer a transmissão de gripes e agravar casos de sinusite ou rinite. Procure ventilar os ambientes, ao menos por alguns minutos, mesmo que o frio seja forte. Manter o ar úmido também é uma boa forma de aliviar problemas respiratórios. Se não houver aparelhos especiais para umidificar o ar no local, borrife água no ambiente. Crianças e idosos devem tomar vacina contra gripe, pois são mais propensos a contrair os vírus. Se você tem asma ou alergias que podem ser agravadas pelo frio, procure seu médico antes de viajar. Controle os sintomas antes de embarcar e peça instruções sobre como agir no caso de uma crise durante a viagem. Leve todos os medicamentos necessários com suas receitas e bulas. Você pode também pedir orientações a um especialista sobre como agir em caso de emergências e os medicamentos para essas situações, como o corticoide e anti-histamínicos. A orientação de um médico antes da viagem também é importante se você sofre de alguma doença cardiovascular, doença crônica, se está tomando antibióticos ou em qualquer outro caso especial relacionado à saúde.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online