Uma boa noite de sono faz toda a diferença ao longo do dia. Para os executivos, a história não é diferente. Entretanto, é bom entender que a qualidade do descanso envolve diversos fatores, além da quantidade de horas e distúrbios de sono. As consequências positivas no organismo de um bom repouso durante a noite são diversas. “Durante o sono o cérebro descansa, mas também se reorganiza para ter suas funções preparadas para o dia. Um sono adequado é necessário para o alerta, para capacidade de concentração e de raciocínio, para a produtividade e para uma boa qualidade de vida”, diz a médica Luciana Palombini do Instituto do Sono, em São Paulo, (SP). Distúrbios Os problemas relacionados ao sono são vários e se refletem no dia a dia do executivo. Segundo o Instituto do Sono, 63% da população adulta do Brasil têm alguma queixa relacionada ao sono. Só na capital paulista, 25% da população relatam ter dificuldade para dormir, enquanto 27% dizem acordar precocemente e 36% têm dificuldade de manter o sono. Um dos mais famosos problemas para dormir é a insônia, que pode ser causada pela ansiedade, depressão e uso de alguns medicamentos em longo prazo. Ao perceber essa dificuldade para cair no sono ou mantê-lo, é importante buscar a ajuda de um profissional neurologista ou especialista em sono. Conhece a higiene do sono? O termo parece esquisito, mas é isso mesmo. Para dormir bem, tem que se manter uma boa higiene de sono, que são uma série de parâmetros que devem ser seguidos e que resultam num descanso melhor. Veja algumas dicas do Instituto do Sono: – Ter horários regulares para deitar e acordar; – Ir para a cama somente quando estiver sonolento; – Fazer refeições leves à noite; – Criar um ritual de relaxamento antes de dormir (banho relaxante, meditação, diminuir a luminosidade do quarto ou o que lhe favorecer relaxamento mental); – Se perder o sono, levantar da cama e fazer uma atividade calma. Ficar rolando de um lado para o outro causa estresse, o que piorará a insônia; – Fazer uma atividade física, o sedentarismo traz consequências ruins para todo o corpo e prejudica o sono; – Cochilos durante o dia podem atrapalhar o sono à noite; – Evitar consumir álcool e cafeína pelo menos seis horas antes de dormir. Em um hotel Quando estiver hospedado em um dos Hotéis Deville, procure seguir os mesmo passos da higiene do sono. “O fato de a pessoa viajar muito não deve prejudicar o sono ou a alimentação, pois a pessoa pode manter hábitos saudáveis mesmo se viaja”, explica a médica.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online