Viajar é sempre uma experiência muito agradável, mas muitas vezes para chegar ao destino é preciso passar horas dentro de carros, ônibus ou aviões. Além do desconforto do trajeto, muita gente comete erros ao carregar malas e dormir fora de casa. Evitar dores e incômodos durante a viagem, entretanto, pode ser muito fácil, basta tomar algumas atitudes acertadas e dar atenção à postura. Durante o percurso, os cuidados com a saúde são indispensáveis. Posturas incorretas e a falta de movimentação podem trazer desde cansaços musculares e dores no pescoço até iniciarem uma trombose ou lombalgia. Para minimizar os efeitos das horas encolhido no assento, sempre sente sobre os ísquios (ossinhos do bumbum), mantendo a coluna no alinhamento adequado, garantindo um posicionamento ereto e confortável. Vale colocar pequenas almofadas ou travesseiros entre o assento e a região inferior das costas, para manter a curvatura natural e evitar tensões na coluna, e usar almofadas em formato de “meia-lua” para descansar o pescoço. Ao dirigir, evite segurar na parte superior do volante e, de duas em duas horas, pare o carro e caminhe. Se estiver voando ou de ônibus, ande pelo avião, desça do ônibus e se movimente. Alongue-se e mexa os pés a cada 15 minutos, evitando dores nas costas e pescoço, inchaços, varizes e formigamento nas pernas. Na hora de transportar as malas, tenha cuidado com seu corpo: sempre flexione os joelhos, dividindo o peso a ser erguido entre a coluna e as pernas. Ao carregar um objeto pesado, evite lesões flexionando os cotovelos e mantendo o peso perto do corpo. Para não sobrecarregar um lado do corpo, use mochilas presas às costas e não penduradas em um só ombro e divida as bolsas e sacolas entre as duas mãos. Malas e outros objetos pesados devem ser levados em um carrinho, que deve ser empurrado e não puxado. Em hotéis ou em casa, é preciso prestar atenção à qualidade do colchão, à altura do travesseiro e ao posicionamento na hora de dormir. Quando viajar, leve o travesseiro que se usa no dia a dia, mas, se não for possível, escolha um de altura média, não sobrecarregando as curvaturas da coluna. Quanto à posição, o ideal é dormir de lado com um travesseiro na linha do ombro que eleve a cabeça, deixando a coluna reta, e um travesseiro menor entre as pernas para mantê-las um pouco afastadas; os joelhos devem ficar levemente flexionados. Evite dormir com as mãos acima da cabeça ou sob o travesseiro. Lembre-se que o mal-estar trazido por viagens é de curta duração e deve ir embora em um ou dois dias. Se as dores persistirem, é melhor procurar um ortopedista ou fisioterapeuta, pois o problema pode ser mais grave.




Veja também

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Home office está surpreendendo os empresários

Reserva online