Não categorizado

Aromaterapia

Por Administrador em 23 de Janeiro de 2013

O perfume de alguém especial, o aroma da comidinha da vovó, o cheiro característico de algum lugar… Assim como ativam memórias – e, por instantes, nos transportam para o passado –, os aromas podem ajudar equilibrar o corpo e a mente e tratar inúmeras doenças e probleminhas decorrentes do estresse. Aromaterapia. Este é o nome da ciência alternativa que utiliza os princípios ativos de plantas aromáticas para amenizar dores, insônia, problemas digestivos, cólicas, ansiedade, cansaço e até como tratamento estético ou para aumentar a libido. O tratamento é feito por meio do perfume dos óleos essenciais, extraídos das plantas medicinais – os aromas passam pelo sistema nervoso central e pelo sistema límbico, que controla as emoções. A substância responsável pelo perfume estimula o organismo a liberar endorfina, o hormônio das sensações de prazer e bem estar. Cada óleo tem funções específicas. A canela é um excelente afrodisíaco, perfeito para apimentar o relacionamento, é estimulante e ajuda no tratamento de problemas digestivos, circulatórios e respiratórios. O alecrim traz energias positivas, favorece o bom humor e proporciona melhoras ao couro cabeludo – combatendo a caspa e a queda de cabelo –, é expectorante e trata dores musculares e artrite. Para acalmar, nada melhor que a camomila. O aroma alivia o estresse, as dores musculares, insônia, problemas digestivos, estomacais e hormonais. Já o óleo essencial da laranja estimula a criatividade, a força física e o desempenho. É ideal também para as mulheres, pois ameniza problemas digestivos, estresse, depressão, insônia, TPM, cólicas menstruais, celulite e a retenção de líquido. Pimenta negra, hortelã pimenta, carda, momo, cravo, canela, hortelã do Brasil, tomilho, gengibre e manjericão dão mais energia. Para acalmar, são indicados também jasmim, lavanda, citronela, palmarosa, bergamota, tangerina e pau rosa. É importante consultar um aromaterapeuta porque, além de suas especificidades, cada aroma pode ser utilizado de diferentes formas: para aromatizar ambientes, por inalação, em banhos, em escalda-pés, compressas oucomo auxiliares de massagens. Não é recomendado usá-los puros sobre a pele e é necessário saberdiferenciar as essências dos óleos essenciais – as essências são substâncias industrializadas com a finalidade de obter aroma agradável e menor custo, mas não possuem as propriedades terapêuticas dos óleos essenciais, e não são consideradas Aromaterapia.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online