por Bernt Entschev Final de ano é a época preferida da maioria dos profissionais para tirar dias merecidos de descanso. Não é por menos… é verão, alto astral, festas de fim de ano e uma série de outras questões que fazem com que essa seja a época mais atraente para fazer aquela viagem tão esperada. Todos nós, independente de qual posição ocupamos dentro de uma organização, precisamos tirar uns dias para descansar. Isso é fundamental para mantermos nossa saúde em dia. Aliás, corpo são, mente sã e vice-versa. Por isso, planejar-se para uma viagem requer organização. Por exemplo: ao sair do escritório, é fundamental deixar alguém responsável por atividades desenvolvidas por você. Assim, não haverá preocupação durante os dias de folga se o trabalho tem sido feito e se os prazos têm sido cumpridos. Em casos de tomadas de decisão, se não houver alguém que possa fazer isso no seu lugar, o mais adequado é deixar seus contatos para alguém que fique responsável por te ligar, se necessário. Mas, isso precisa ficar claro para quem tiver essa responsabilidade: você só deverá ser “incomodado” em casos de extrema necessidade. Por outro lado, quem tira férias precisa fazer sua parte e realmente relaxar. De nada adianta viajar para aquela praia maravilhosa do Nordeste e ficar pensando nos projetos que ficaram na empresa. Não recomendo ser displicente e deixar a empresa na mão. Pelo contrário! Sugiro que o que pode ficar pronto, fique pronto antes da viagem. Já o que precisa ser acompanhado deve ficar sob a responsabilidade de outra pessoa, como citei anteriormente. O que não pode acontecer é o profissional ficar se preocupando o tempo inteiro com as questões do escritório. seychelles-vacation-packages.jpg Por fim, sugiro que a escolha do seu destino seja feita com carinho. Tirar férias para ficar em casa acaba fazendo com que você não se desligue completamente, já que outras rotinas seguirão normalmente. É preciso se dar o direito de sair da cidade por, pelo menos, um fim de semana. Isso é uma questão de qualidade de vida e não adianta nada trabalhar o ano inteiro e não se dar esse direito. Pense nisso e boa viagem! Bernt Entschev é Headhunter e Presidente da De Bernt Entschev Human Capital. Há 25 anos na área de executive search, é colunista da Gazeta do Povo, Correio do Povo e do La Nación, além de comentarista de Recursos Humanos do telejornal Bom dia Paraná (RPC/Globo) e das Rádios CNB e 91 Rock.




Veja também

Conheça os incríveis e assustadores Deepfakes

Novas receitas: Pescada ao Modo do Chef no Deville Prime Salvador

Reserva online