Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, entrevistamos a Gerente de Marketing da Rede de Hotéis Deville, Nathalia Tonet

Responsável por auxiliar na gestão dos resultados da Rede de Hotéis Deville, a Gerente de Marketing, Nathalia Tonet, relata um pouco da sua experiência pessoal e profissional.

Além disso, a Gerente de Marketing conta como é ser mulher e ter um cargo de gerência, algo que, infelizmente, não é muito comum e nem amplamente aceito e respeitado em outras empresas. Essa conquista representa algo muito importante neste dia tão especial.

Confira a entrevista na íntegra:

Quais são as responsabilidades e tarefas da Gerente de Marketing do Deville?

Atualmente o departamento de marketing da Deville é o responsável por cuidar de toda a gestão e presença da marca on e offline. Damos todo o suporte necessário para a equipe de vendas com a criação de materiais de divulgação para prospecção de leads e vendas, assim como para os hotéis a fim de encontrar as melhores soluções e gerar mais resultados para a empresa.

Além disso, gerenciamos o relacionamento e atividades com fornecedores externos de comunicação: agência de publicidade, agência digital, assessoria de imprensa e fornecedores de produção. Trabalhamos em parceria com praticamente todos os departamentos da empresa em estratégias para aumentar a venda de nossos produtos e serviços, sempre baseados no planejamento anual de ações e campanhas da marca.

Qual é a importância do Marketing para a Rede Deville?

O departamento é o “guardião” da marca em todos os sentidos. Estamos envolvidos em praticamente todos os projetos e isso ajuda na geração de melhores resultados para toda a Rede.

Como foi sua jornada dentro dos Hotéis Deville?

Sou formada em Publicidade e Propaganda e atuei durante 7 anos na função de atendimento publicitário em agências offline e digitais atendendo contas nacionais dos mais diversos segmentos. Na minha última experiência como executiva de contas, tive a oportunidade de atuar frente à conta do Deville por pouco mais de 1 ano, quando surgiu a possibilidade de trabalhar como analista de marketing dentro da equipe Deville.

O dia a dia em agência é bastante agitado e isso me fascinava, mas resolvi agarrar a vaga e entrei para o mundo corporativo. Foram quase 3 anos de muito aprendizado até que fui promovida à gerência do departamento e assumi outros desafios.

Como é ser uma mulher e ter um cargo de gerência?

Pesquisas recentes mostram que apenas 37% das posições de liderança em empresas são ocupadas por mulheres, sem falar na desigualdade de salários, que é ainda maior. Infelizmente esses fatores são muito comuns a nós mulheres no mercado de trabalho. Hoje no Deville me sinto muito respeitada em minha posição, mas faço parte de uma grande minoria de mulheres em cargo gerencial.

Acredito que o fato de a mulher ter entrado no mercado mais tarde, ter acesso à escolaridade também mais tarde e ter atribuição principal sobre a maternidade e maior sobre afazeres domésticos, além de todo o preconceito em relação ao “sexo frágil” para algumas posições e áreas, por exemplo, contribui para que o processo de carreira seja mais lento e ainda existam diferenças. Porém, cabe a nós mulheres lutar para que essa desigualdade seja cada vez menor e que homens entendam e deem valor a nossa experiência e capacidade profissional e pessoal.

Você já enfrentou dificuldades na sua carreira por ser mulher?

Por ser mulher e também por ser jovem, que são por vezes características utilizadas como se fossem incompatíveis com minha capacidade profissional. Até a ascensão da carreira já foi questionada ou justificada pelo fato de eu ser mulher. O preconceito e o machismo ainda fazem parte do nosso dia a dia, mas não podemos abrir mão de nossos objetivos profissionais por conta desses fatores ou pelo desempenho de outros papéis. Precisamos procurar cada vez mais por mais respeito e menos rótulos em todas as áreas.

Na sua opinião, qual é a importância do Dia da Mulher?

Essa data existe há mais de 100 anos e de lá pra cá demos passos importantes rumo à igualdade de direitos sociais, políticos e culturais, mas sabemos que ainda há muito pelo que lutar. A data é uma homenagem e também uma oportunidade de chamar atenção para a necessidade de acelerar os movimentos em direção à igualdade de direitos e de condições em relação aos homens e de discutir a amplitude de nossos papéis na sociedade. Todo esforço é válido para diminuir, quem sabe um dia acabar, com o preconceito e a desvalorização da mulher.

Qual é o aspecto que mais te agrada em trabalhar no Deville?

O Deville é, acima de tudo, uma empresa muito humana, na qual as pessoas são realmente felizes em desempenhar seus papéis. A família fundadora é apaixonada pelo negócio de hotelaria e isso encanta a todos que trabalham aqui. Trabalhamos com paixão.

Você lembra de algum episódio especial que marcou a sua trajetória no hotel?

Trabalhar na Rede depois de atendê-los por algum tempo num fornecedor externo foi algo muito especial! Era como se eu já fizesse parte da estrutura, pois já conhecia os processos e boa parte das pessoas. Isso, além de especial, com certeza contribuiu com meu crescimento profissional na empresa.

Gostou da entrevista com a nossa Gerente de Marketing? Com certeza temos em nossa equipe uma mulher forte e que conquistou seu espaço com muita dedicação, profissionalismo e uma excelente performance!

Nós, da Rede de Hotéis Deville, exaltamos todas as mulheres de nossa equipe e, por meio da nossa Gerente de Marketing, Nathalia Tonet, expandimos o reconhecimento para você que faz parte da Rede, que já se hospedou em nossos hotéis e que faz parte da nossa história.




Veja também

5 dicas para reutilizar garrafas pets

 4 ideias de pratos feitos com pinhão

Reserva online