Símbolo da história do país, Salvador lembra praia. Que lembra verão. Que lembra carnaval, axé e muita festa. Sem esquecer, claro, do acarajé, do vatapá e da mistura de crenças. Engana-se quem pensa que a capital baiana se resume a isso: prestes a completar 461 anos, a cidade é um símbolo da história do país. Famoso destino turístico, Salvador foi capital do Brasil por mais de dois séculos e ainda guarda lembranças da época, para deleite de moradores e visitantes. Pelourinho Apelidado de “Pelô”, faz parte do centro histórico de Salvador. O bairro é famoso por suas ruas e ladeiras estreitas, onde circulam baianas tipicamente vestidas. Museus, galerias de arte, igrejas e centros culturais fazem do “Pelô” palco de diversas manifestações artísticas durante o ano todo. Pelourinho Faculdade de Medicina da Bahia Criada por D. João VI em 1808, com a passagem da Família Real portuguesa pela Bahia, a FMB foi a primeira escola de medicina do país. Abriga também o Memorial de Medicina, onde estudiosos da área, turistas e curiosos podem pesquisar e aprender mais sobre a medicina no Brasil Igreja e Convento de São Francisco A construção dos dois edifícios durou quase 100 anos. O resultado do longo trabalho veio em 2009, quando foram escolhidos como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa do Mundo. Revestida inteiramente por entalhes e detalhes em dourado, a Igreja de São Francisco abriga figuras de anjos e pássaros e painéis de azulejos portugueses. Terreiros Na Bahia, terreiros e igrejas tem o mesmo espaço e prestígio. Só em Salvador existem mais de 2000 terreiros / templos de candomblé registrados na Federação Baiana de Cultos Afro-brasileiros, diversos abertos à visitação para turistas e curiosos. Capoeiras nas ruas A presença africana em Salvador pode ser observada em aspectos culturais que vão além da religião. A capoeira mistura luta, dança e música em um ritual muito ligado à Bahia. Em Salvador os capoeiristas podem ser encontrados jogando pela cidade. Capoeira Salvador moderna Cidade histórica, mas não parada no tempo. Um passeio pela capital baiana mostra que lá o antigo e o novo convivem em harmonia. Conheça também a Salvador moderna. Museu Rodin Bahia Desde 2006 Salvador possui um museu dedicado ao escultor francês Auguste Rodin. Também chamado de Palacete das Artes Rodin Bahia, o museu abriga obras originais do escultor no primeiro e no segundo andar, além de exposições temporárias em outros espaços. Museu de Arte Moderna (MAM) Pinturas, esculturas, fotografias e desenhos de artistas como Tarsila do Amaral, Portinari e Di Cavalcanti podem ser encontrados no MAM – Bahia. O museu não abriga somente arte moderna, e possui espaços de conservação e restauro, biblioteca, teatro e oficina de arte que oferece cursos à comunidade.




Veja também

5 museus internacionais para conhecer do conforto do seu lar

Chega ao fim a parceria entre Hotéis Deville e Smiles

Reserva online