Chegamos ao inverno! A estação mais fria do ano pede diversos cuidados, principalmente com os alimentos que comemos em nosso dia a dia. O dia 21 de junho marca o início oficial do inverno, que promete temperaturas ainda mais frias principalmente nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. Você sabia que este período é propício principalmente para ingerir diversas frutas e legumes, fontes de nutrientes imprescindíveis para o bom funcionamento do nosso organismo? Confira abaixo nossas dicas de alimentação para encarar a estação com saúde e sem preocupações!

Quais são os melhores alimentos?

Entre as frutas, há várias opções ricas em vitamina C que são ótimas para consumo no inverno, como laranja lima, laranja  pera, mexerica e morango. Carambola, kiwi e mamão formosa também são típicas da estação. Já para os legumes, os destaques vão para abóbora, batata-doce, cogumelo, ervilhas, inhame, mandioca, mandioquinha, palmito e pimentão vermelho. No caso das verduras, são boas alternativas brócolis, couve, couve-flor, espinafre e palmito, além de agrião, chicória e rúcula.

Morango:

Por seu baixo teor de calorias, o morango é excelente para ser incluído na sobremesa ou lanche em dieta de emagrecimento. Além disso, é rico em vitamina C, que ajuda na cicatrização de ferimentos e no fortalecimento do sistema imunológico.

Laranja lima:

Rica em vitamina C, essa fruta tem muitos antioxidantes e propriedades anti-inflamatórias. Ela também é indicada para controle do colesterol, para regular o intestino e para melhorar o sistema circulatório. É especialmente recomendada para gestantes e crianças, que costumam ser mais suscetíveis a doenças nesta época.

Batata-doce:

Os principais benefícios da batata-doce são fornecer energia com carboidratos saudáveis e sem elevar muito o açúcar no sangue. Por isso, é uma excelente opção para quem malha e, em pequenas quantidades, para quem está fazendo dieta.

Inhame:

É uma boa fonte de vitamina B6, nutriente necessário para ajudar a quebrar a homocisteína, um aminoácido que pode danificar diretamente as paredes dos vasos sanguíneos. A ingestão adequada deste alimento reduz o risco de doença cardíaca. Esses são alguns exemplos dos alimentos que podem ser consumidos com mais frequência nessa estação do ano. É importante evitar alimentos gordurosos, pois no inverno tendemos a engordar um pouco mais, por gastarmos menos energia.




Veja também

Como escrever um e-mail corporativo?

5 ótimos passeios bate e volta saindo de Curitiba

Reserva online