Gastronomia

Carne de Onça

Por Administrador em 1 de Abril de 2011

“Como assim? Vocês matam a onça e comem?” – esta foi a primeira reação do chef italiano Andrea Filippa quando, visitando Curitiba, foi convidado pelos amigos para comer um dos pratos típicos mais famosos da cidade. Casado com a jornalista brasileira Janaína Ávila, o italiano provou, aprovou e repetiu o prato. Quer saber de onde vem o nome “carne-de-onça”? É preciso conferir a receita pra entender. Mãos- à-obra, portanto! Você vai precisar dos seguintes ingredientes para preparar uma porção para 2 pessoas: – 300g de patinho moído, preferencialmente moído na hora – 2 cebolas grandes picadas – pão fatiado preto – 1 gema de ovo cru – Condimentos a gosto. Cheiro verde é indispensável, use também maionese, sal, pimenta, mostarda, azeite de oliva. Passo-a-passo 1. Pra começar, uma curiosidade: o preparo da carne-de-onça não precisa de fogão, panelas e afins. Ele é montado na hora. Pegue uma fatia do pão preto, passe uma camada fininha de maionese. 2. Em seguida, coloque a carne moída sobre o pão, crua mesmo, em quantidade generosa. Distribua sobre a fatia de pão sem apertar com o garfo. 3. Hora de temperar: comece com a gema do ovo (meia gema é suficiente para cada porção), para dar liga na carne. Depois acrescente azeite de oliva, sal, pimenta e mostarda à gosto. 4. Finalização: cubra a carne temperada com a cebola picada, também à gosto e salpique cheiro verde para decorar. Carne-de-onça Essa receita simples e deliciosa, por levar muita cebola, costuma deixar um gostinho marcante na boca de quem prova. E é justamente pelo hálito forte que ela leva o nome de carne-de-onça. Mas que vale a pena, vale.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online