Tão amada, que ganhou até mesmo uma data especial: 13 de setembro é o Dia Nacional da Cachaça neste país que conta hoje com 40 mil produtores e quatro mil marcas da bebida. E a data não foi escolhida ao acaso. Em 1660, a Revolta da Cachaça pedia pela liberação da fabricação e consumo da bebida, que foi decretada apenas no ano seguinte, dia 13 de setembro. A fabricação da cachaça no Brasil está ligada ao cultivo da cana-de-açúcar nos primeiros séculos do país. Durante o processo de produção do açúcar, produto muito lucrativo para os colonizadores portugueses na época, era formado um resíduo da planta nas caldeiras. O primeiro nome da bebida foi aguardente de cana e ela era dada aos escravos para que o trabalho nas lavouras fosse mais suportável. Logo o processo de produção e a qualidade da cachaça melhoraram e seu consumo se popularizou. A aguardente deixou de ser uma bebida de escravos e se tornou uma verdadeira paixão nacional. A cachaça só passou a ser destilada em alambiques a partir do século XVI e hoje é produzida industrialmente e artesanalmente em várias regiões, com destaque para o nordeste. Atualmente a cachaça existe em versões populares e sofisticadas – uma garrafa da marca Anísio Santiago custa, em média, R$ 300. A bebida também passou a ser conhecida mundialmente por ser o principal ingrediente da caipirinha, uma receita tipicamente brasileira. Essa mistura bem sucedida de cachaça, limão, açúcar e gelo ganhou variações igualmente deliciosas, dos morangos às frutas cítricas. A caipirinha vai bem em qualquer ocasião. Já no caso da cachaça pura, os melhores acompanhamentos são as carnes e os frutos do mar, sejam eles fritos, assados ou defumados. Como preparar a caipirinha Essa deliciosa bebida tem um preparo simples. Conheça duas receitas da bebida que são a cara do Brasil: a Caipirinha tradicional de cachaça e a Caipirinha de Caju, uma das deliciosas variações. Caipirinha Tradicional Ingredientes 1 limão Taiti com casca 2 colheres de sopa de açúcar 50 ml de cachaça (de preferência prata) Gelo Modo de preparo Lave o limão, tire as extremidades e corte-o ao meio para tirar o miolo. Corte-o em fatias finas e coloque em um copo, acrescentando o açúcar. Amasse a mistura com um amassador e adicione o gelo e a cachaça. Misture antes de servir. Caipirinha de Caju Ingredientes ½ Caju maduro 1 colher de sobremesa rasa de açúcar 15 ml de suco de Caju concentrado 50 ml de cachaça 15 ml de gim Gelo picado Modo de Preparo Em um copo, amasse o caju com o açúcar e o suco. Coloque o gelo picado no copo e complete com a cachaça e o gim. Mexa antes de servir. Manga na Cachaça Não é apenas de Caipirinhas que vivem as receitas que envolvem a cachaça. Ela também é usada em molhos, carnes, pratos quentes e nas sobremesas. Se você está procurando uma receita para fechar um almoço com um gostinho todo especial, aprenda como preparar mangas caramelizadas e flambadas com cachaça. Ingredientes 1 manga 40 gramas de manteiga Açúcar 30 ml de cachaça Suco de 2 laranjas 50 g de mel 3 gotas de baunilha 10 folhas de manjericão verde fresco 2 bolas de sorvete de baunilha Modo de Preparo Coloque duas fatias de manga em um frigideira com manteiga, acrescentando um pouco de açúcar assim que elas começarem a cozinhar. Quando o açúcar caramelizar, flambe com a cachaça. Retire a manga da frigideira e reserve. Utilize a mesma frigideira para misturar o suco de laranja, mel, baunilha e o manjericão. Quando engrossar, coloque novamente as fatias de manga na mistura, aqueça e sirva com o sorvete.




Veja também

5 sites para encontrar histórias incríveis de viagem

Viagens curtas de carro são opção durante a pandemia

Reserva online