O ecoturismo vem ganhando espaço no mercado do turismo. Mas afinal, o que é o ecoturismo?

Você provavelmente já ouviu falar de ecoturismo, certo? Embora seja um termo em ascensão, ele gera algumas dúvidas e confusões, principalmente com o turismo de aventura.

Apesar de algumas semelhanças, o ecoturismo e o turismo de aventura são atividades bem distintas. O ponto principal do ecoturismo é a conservação dos recursos naturais e culturais, geração de benefícios para as comunidades receptoras e garantia de educação ambiental aos turistas.

Vamos desvendar o ecoturismo?

Antes de mais nada, precisamos dizer que o ecoturismo envolve a contemplação de ambientes naturais, a conscientização envolvendo principalmente trilhas, caminhadas, acampamentos, passeios de barco e algumas atividades mais calmas. Já o turismo de aventura vem de encontro a essa tranquilidade e é voltado para esportes radicais praticados na mata como escalada, rapel e rafting.

Um dos grandes destaques do ecoturismo deve-se ao fato dele ser um dos principais meios de educação ambiental, permitindo a integração e o desenvolvimento econômico das comunidades locais em áreas de preservação ambiental. Além disso, o público que procura esse tipo de passeio tem como objetivo apreciar a natureza e, sem dúvidas, contribuir para sua preservação.

Por conta desse viés social, o ecoturismo tem atraído cada mais turistas, sendo o tipo de turismo que mais ganha adeptos no mundo, crescendo entre 15 a 25% ao ano, diferentemente do turismo convencional que registra alta de cerca de 7,5% ao ano.

Veja mais: 

5 destinos da Região Centro-Oeste para você conhecer 

48 horas em Cuiabá: o que fazer e aonde ir na capital na capital mato-grossense 

Os melhores lugares para acampar na Bahia

Quais os benefícios do ecoturismo?

Existem dois tipos de benefícios para quem deseja conhecer esse novo estilo de turismo. O primeiro nós já falamos anteriormente, pois trata-se de uma prática que desenvolve consciência e respeito ambiental e cultural, sendo importante financeiramente para o povo local, além de elevar a sensibilidade pelo contexto político, ambiental e social.

O segundo benefício é especialmente voltado para o turista, pois, além de aprender sobre o respeito ao meio ambiente, ele tem a oportunidade de contemplar paisagens deslumbrantes, entrar em contato com animais normalmente ausentes no cotidiano da cidade e renovar as energias com tudo que é visto e feito no ecoturismo.

O Brasil, inclusive, é considerado um dos países com mais destinos voltados ao ecoturismo, pois a vasta diversidade de ambientes e seres vivos existentes no país possibilidade uma interação muito forte com a natureza em sua forma mais completa.

Bora explorar esse jeito diferente de fazer turismo? A região Centro-Oeste é um ótimo destino, com diversos destaques, como o Pantanal, a Chapada dos Veadeiros e a dos Guimarães. Esta última, inclusive, pode ser visitada em um bate-volta a partir de Cuiabá, que fica a apenas 68 km de distância de lá.

Que tal unir a experiência do ecoturismo com o conforto do Deville Prime Cuiabá? Acesse nosso site, utilize o código WEBDEVILLE e ganhe 10% de desconto no valor da sua hospedagem!




Veja também

As vantagens e desvantagens dos fones de ouvido sem fio

O que é gastronomia molecular?

Reserva online