Para que a viagem com o seu pet seja tranquila, é preciso seguir algumas regras e dicas necessárias. Entenda

Estamos nos aproximando das férias de fim de ano e, com isso, muitos donos de pet começam a se preparar para levar seu melhor amigo para aproveitar alguns dias de descanso com a família. Mas, você sabe como viajar com seu pet?

Atenção ao viajar

Antes de mais nada, você precisa saber como irá até o local de destino, pois as regras de transporte de animais variam de avião para ônibus, por exemplo.

Para as viagens de avião, é importante estar ciente das regras da ANAC e entrar em contato com a companhia aérea para tirar eventuais dúvidas. Se a viagem for de ônibus, cães e gatos precisam apresentar o GTA (Guia de Trânsito Animal), além de um atestado que comprove as boas condições de saúde do animal. É essencial verificar com a empresa de transporte quais são as regras vigentes, pois elas variam de estado para estado.

Porém, se o trajeto for feito de carro, a única recomendação é que o animal esteja preso e que sejam realizadas pausas na viagem para o pet descansar, comer e fazer as necessidades.

  1. O que levar na mala?

Além da sua bagagem, é essencial preparar uma malinha para o seu pet, contendo a carteira de vacinação e o atestado fornecido pelo veterinário. Além disso, leve também o bebedouro e comedouro do animal, assim como uma cobertinha ou a caminha onde ele está acostumado a dormir, pois isso facilita que ele se acostume com a situação mais rapidamente.

Não se esqueça da ração, medicamentos, roupas, coleiras e itens de higiene pessoal.

  1. Faça alguns testes antes

Não saia de casa e apenas coloque seu animal dentro de um carro, avião ou ônibus e reze para que ele se comporte bem. Antes de efetivamente realizar a viagem, faça alguns testes como passear de carro e andar de ônibus pela cidade. Pode parecer simples, mas só de ambientar o animal, ele já se sentirá mais confortável quando chegar a hora da viagem.

Se ele for andar de avião, tente acostumar o seu pet com a caixinha de viagem – necessária para o transporte – pois, dessa maneira, ele não sentirá o impacto do transporte.

  1. Mude a rotina alimentar

Muitos donos acreditam que o animal deve estar muito bem alimentado antes de viajar. De fato, é preciso que eles comam algo, porém um tempo de jejum também é necessário para evitar problemas durante a viagem. Esse período sem se alimentar deve ser definido pelo veterinário do animal, pois varia de acordo com a idade e o peso de cada pet.

Caso ele tiver enjoo durante a viagem – você perceberá isso durante os testes realizados anteriormente – é preciso consultar o veterinário para que ele possa indicar um remédio ou solução natural para a situação.

  1. Calmantes

Existem animais que se estressam excessivamente durante as viagens – como latidos e miados que atrapalham o bom andamento do trajeto. Neste caso, você pode optar por alguns medicamentos, principalmente calmantes.

Esses calmantes, sejam para cães e gatos, não são sedativos, e sim apenas um auxílio para deixar o animal mais calmo durante a viagem. Se essa for a situação com o seu pet, procure um veterinário para que ele possa entender a melhor forma de aplicar um calmante.

  1. Opte por lugares pet friendly

Não adianta nada pensar em todos esses preparativos se o local que você viajar não for pet friendly, certo? Por isso, a Rede de Hotéis Deville está preparada para receber você e o seu melhor amigo.

Que tal conhecer os benefícios oferecidos nas instalações adequadas para cães e gatos do Deville? Acesse nosso site, conheça nosso programa pet friendly, faça sua reserva na unidade escolhida e aproveite a viagem! 




Veja também

8 destinos para os feriados de novembro

As melhores cidades do mundo para se fazer negócio

Reserva online