Dicas e Novidades

Tax free

Por admin em 11 de outubro de 2012

Fazendo compras na Europa, o turista se depara com adesivos de “tax free” na vitrine e no interior das lojas. Livre de impostos? Parece perfeito, mas vá com calma: o Tax Free não é um desconto na hora da compra, e sim uma devolução parcial de impostos na volta para o Brasil. O benefício, exclusivo para turistas, garante um dinheirinho extra no final da viagem, mas exige organização e paciência, pois o procedimento é burocrático e demorado. Nas lojas, ao efetuar o pagamento dos produtos credenciados, o cliente deve apresentar seu passaporte e preencher um formulário indicando se deseja ser ressarcido no aeroporto ou por depósito de crédito em cartão. Em cada país há um valor mínimo a gastar para receber o imposto de volta (exceto na Irlanda) e algumas lojas têm um setor especial para o tax free, com horários limitados e filas grandes. Todos os formulários e recibos de compra devem ser guardados durante a viagem para serem apresentados no aeroporto. Quem passa por vários países da União Européia pode apresentar os documentos apenas aos oficiais da alfândega do último país visitado. O turista deve chegar ao aeroporto com algumas horas de antecedência e, antes do embarque, apresentar os formulários e itens adquiridos em um guichê do Tax Free/Global Refund. Os guardas verificam as notas, a mercadoria, carimbam o formulário e informam o procedimento para sacar o imposto nas casas de câmbio do aeroporto, muitas vezes com deságio. O cliente precisa, então, colocar o envelope em uma caixa de correio (que geralmente fica escondida no aeroporto) e, se a compra foi feita em país diferente do aeroporto de embarque rumo ao Brasil, o envelope deve ser também selado. Somente aí o turista pode fazer o check-in e voltar para casa.




Veja também

5 diferenciais dos Hotéis Deville para quem curte praticar atividades físicas

6 dicas para tirar fotos em pontos turísticos

Reserva online