Dicas e Novidades

4G funciona?

Por admin em 7 de Janeiro de 2014

De acordo com o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), a tecnologia 4G chegou recentemente ao Brasil e já está presente em 74 municípios. Até outubro de 2013, o país já contabilizava 731 mil acessos através dessa tecnologia. A meta é que, até maio de 2014, a cobertura 4G chegue a todas as capitais brasileiras e aos municípios com mais de 500 mil habitantes. Mas, a grande dúvida dos usuários é: o 4G funciona? Bia Kunze, consultora em tecnologia móvel do site Garota sem Fio, acompanha essa tecnologia desde que chegou ao Brasil. “Testei diferentes operadoras. Por obrigação profissional, tenho que acompanhar esse mercado. Como tenho duas linhas telefônicas fixas VoIP, uma coisa muito interessante que o 4G possibilita é que eu acesse essas linhas. Como ainda tem pouca gente usando, está com uma velocidade muito boa. Com relação às operadoras, ainda não dá para dizer que uma é melhor que a outra. Algumas oferecem maior cobertura, enquanto outras estão com velocidades melhores”, comenta. Entretanto, a consultora aponta alguns fatores a serem melhorados. “Um deles é a cobertura. Até mesmo em cidades como São Paulo (SP) e Curitiba (PR), ainda existem muitos bairros fora de cobertura. Em alguns lugares, os prédios acabam atrapalhando o sinal – ele desaparece por causa da frequência. Outra questão referente ao 4G é que se o celular ficar ligado o tempo todo neste modo, a bateria vai embora. Só ligo quando sei que o lugar tem 4G para poupá-la”, explica. A questão do preço também é outro problema para a expansão do 4G. “Ainda está um pouco proibitivo e não tem opção para planos pré-pagos. Foi assim com o 3G no início, então imagino que as mesmas mudanças acontecerão com o 4G”, opina Bia. Para a consultora em tecnologia móvel, a maioria das pessoas ainda não tem nenhuma motivação para adotar o 4G. “A maioria das pessoas ainda está utilizando o 3G, por causa do preço, pela possibilidade de uso no sistema pré-pago e pela cobertura maior. Então, para a maioria das pessoas ainda não faz sentido usar o 4G”, pontua. Aparelhos 4G Outra questão relacionada ao uso do 4G no Brasil é o que os aparelhos devem ser comprados aqui no Brasil e são específicos para o uso dessa tecnologia. “Aparelhos de fora não irão funcionar aqui no Brasil porque a frequência é diferente. Eu até trouxe um aparelho de fora do país com 4G, mas ele não funciona por aqui”, conta Bia.




Veja também

Os pratos mais deliciosos do Deville Prime Cuiabá

5 destinos da Região Centro-Oeste para você conhecer

Reserva online