Desde o final de abril, algumas mudanças foram implementadas para agilizar o processo de emissão do visto americano para brasileiros. O tempo de espera entre a solicitação e a emissão do visto era de 40 dias e hoje fica em torno de 15 dias no Rio de Janeiro e Brasília, e 30 dias em São Paulo. Os custos para a emissão do documento também caíram. Antes, os solicitantes pagavam R$ 38 para agendar a entrevista, US$ 160 (cerca de R$ 300,00) pela solicitação do visto e cerca de R$ 40 para a entrega do passaporte com o visto e agora é cobrada apenas uma taxa de US$ 160,00. Uma das modificações, entretanto, dará mais trabalho para quem deseja pisar em solo americano. Anteriormente, todo o procedimento era feito em um único dia e, agora, antes de fazer a entrevista em um dos consulados em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife ou na Embaixada dos Estados Unidos em Brasília, o solicitante deverá comparecer a um Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV) para coletar seus dados biométricos e apresentar seus documentos. Atualmente há seis CASV no Brasil: no Rio de Janeiro, Recife, Brasília e Belo Horizonte e dois em São Paulo que atendem de segunda a sexta-feira das 7h às 18hs e domingo das 13h às 18h. A entrevista no consulado não poderá ocorrer no mesmo dia da visita ao CASV, mas precisará ser agendada para outra data, logo quem precisa se deslocar até outra cidade para obter o visto, vai ter que arcar com os custos de uma segunda hospedagem. As maiores vantagens ficaram para quem quer fazer a renovação de vistos emitidos após 2008 e para os solicitantes com até 15 anos ou maiores de 66 anos que querem vistos de turismo ou negócios, pois eles estão isentos da entrevista, desde que nunca tenham tido seus pedidos de visto recusados. O visto americano é válido por dez anos e para solicitá-lo é preciso seguir essas instruções: 1. Preencher o formulário DS-160: https://ceac.state.gov/genniv/ 2. Pagar a taxa de solicitação de visto de 160,00 dólares. O pagamento poderá ser efetuado com cartão de crédito pelo site do agendamento, por telefone, por boleto bancário, em dinheiro nas agências do Citibank. É necessário imprimir uma ficha de depósito com a quantia correta da MRV e o número do recibo. 3. Agendar a entrevista pelo site http://brazil.usvisa-info.com ou pelo call center e aguardar um email detalhando os procedimentos para a obtenção do visto. 4. Comparecer a um dos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto para coleta dos dados biométricos (impressões digitais e foto), levando o passaporte válido e a página de confirmação do formulário DS-160. Solicitantes acima de 66 anos ou com até 15 anos estão isentos da coleta de impressões digitais. Os mesmos ou seus representantes deverão entregar uma fotografia 5×7 e a página da confirmação do formulário DS-160 no centro de atendimento. 5. Comparecer à entrevista, se for solicitado, na embaixada ou em um dos consulados. Solicitantes deverão apresentar o passaporte válido e a página de confirmação com o código de barras do formulário DS-160. 6. Solicitantes qualificados ao visto poderão receber o passaporte com visto em domicílio ou em local pré-escolhido. Muitas vezes os vistos são recusados, e as principais razões que impedem a liberação de um visto são: fraude ou erro nos formulários de solicitação do visto, ficha criminal ou pendências jurídicas não concluídas, ausência de provas que comprovem laços com seu país que o fariam retornar ao local de partida, pretensão de residência ou emprego nos EUA, falta de razão aparente para a viagem, ausência de meios legais de sustento durante a viagem ou mesmo para pagamento das despesas da jornada (passagem aérea, hospedagem em hotel etc.) e não apresentação de planos de viagem (reservas de hotel, passagens aéreas, etc.). Fique atento a esses detalhes e não se esqueça de levar nenhum documento para as entrevistas.




Veja também

#DepoisDaQuarentena: 5 dicas para o que fazer quando o isolamento acabar

NOTA DE RETRATAÇÃO

Reserva online