Uma equipe motivada é essencial para manter o trabalho fluindo. Entretanto, com a rotina e as cobranças típicas do mercado, os funcionários tendem a ficar menos entusiasmados. Mas, com um líder capaz de motivá-los fica fácil de manter o ritmo e alcançar novas metas. Para Vilella da Mata, presidente da Sociedade Brasileira de Coaching (SBCoaching), o primeiro passo é conhecer sua equipe. Com isso, o chefe pode criar estratégias adequadas a cada personalidade, o que é mais efetivo. Primeiramente, deve-se traçar perfis etários e entender o que cada um deles almeja, já que os jovens e pessoas mais velhas podem ter objetivos diferentes. O primeiro grupo procura repercussão social, já o último, maior qualidade de vida. Os intermediários querem reconhecimento financeiro, para formar família. O coach também explica que o trabalhador precisa se sentir fundamental pela empresa e perceber que seu trabalho é reconhecido pelos gestores. Por isso, deve-se pensar em algumas formas de motivação como:   – Oferecer cursos e treinamentos com regularidade, mas sempre voltados para os perfis de cada um, trazendo mais autoconfiança e vontade de colocar as novidades em prática; – Investir na formação do funcionário, o que também é bom para a empresa; – Em certos momentos, estimular a autogestão, que traz sensação positiva de capacidade e confiança.   Diálogo Saber motivar as equipes é um diferencial para gestores, que pode torná-los ainda mais bem vistos dentro de uma empresa. Por isso, o chefe deve ter sempre um canal de diálogo aberto com os funcionários, para mostrar que todos são essenciais no espaço de trabalho.




Veja também

Quais são os lugares do Brasil mais visitados por turistas estrangeiros?

Novas receitas Deville: Pizza à Moda do Chef no Deville Business Maringá

Reserva online